Cansaço físico e os possíveis problemas que podem prejudicar a saúde.

22.10.2015

 

Hoje a vida moderna nos impões uma série de responsabilidades, nos tornamos escravos de uma rotina, que sem perceber afetam aos poucos nossa saúde. Quando a carga de stress e cansaço se instalam acabamos por abalar nossa saúde, porém só pensamos em cuidar de nossa saúde quando ela já está prejudicada.

 

Alguns médicos, nossos familiares e amigos sugerem que dormir oito horas por dia pode resolver o seu atual estado, mas isso não é o bastante. Porque mesmo uma pessoa dormindo oito horas por noite pode continuar a sentir cansaço e fadiga.

 

Portanto, fique atento a algumas possíveis doenças que podem ocasionar a fadiga. Seguem algumas delas:

 

-Anemia e desnutrição: a falta de nutrientes cálcio, zinco e magnésio, ferro, podem dificultar o transporte de nutrientes para o corpo. Por isso, é necessário fazer uma avaliação com seu médico e nutricionista para adequar a sua dieta as suas necessidades.

 

- Diabetes: essa doença metabólica pode ser a causa de fadiga, é necessário investigar o nível de açúcar no sangue para saber em qual estágio se encontra a doença e realizar o tratamento e dieta adequados.

 

- Exceso de cafeína: tomar mais que três cafezinhos por dia é excesso, pois a cafeína é um estimulante todo excesso dessa substância pode ser prejudicial a saúde. Portanto, a consequência da dosagem exagerada afeta os neurotransmissores e pode resultar em fadiga muscular.

 

- Apnéia do sono: A apnéia hoje é bem mais comum do que se imagina, principalmente em pessoas com excesso depeso e se não for tratada com especialista, pode no futuro, resultar em problemas cardíacos.

 

- Problemas Cardíacos: Quando o coração não funciona bem ocorre a alteração dos batimentos cardíacos e um dos primeiros sinais é o cansaço. Os batimentos cardíacos fora de ritmo (ou muito acelerado ou devagar demais) não permitem o bom funcionamento do organismo e a fadiga é instaurada.  Por isso, é importante fazer exames periodicamente, pois os sinais do infarto são muitos e as doenças cardiovasculares podem ser prevenidas.

 

- Fibromialgia: Caracteriza-se por uma dor crônica que migra por vários pontos do corpo e se manifesta especialmente nos tendões e nas articulações. Está relacionada à fadiga, distúrbios do sono, dores de cabeça, depressão e ansiedade. Muitos pacientes afirmam que não conseguem dormir ou a continuar dormindo e apresentam cansados quando acordam.

 

- Hipotiroidismo: caracteriza-se pela produção exagerada de anticorpos pelo sistema imunológico que agridem a própria glândula. É uma doença auto-imune que provoca a diminuição da capacidade funcional da glândula. Entre os sintomas mais comuns são: fadiga, desânimo, movimentos lentos, discreto aumento de peso ou dificuldade para perdê-lo, sonolência diurna, intolerância ao frio, memória fraca, irregularidade menstrual [e em casos mais graves até infertilidade], dores, cãibras musculares, cabelos e pele secos, queda de cabelos, unhas fracas, prisão de ventre, depressão, irritabilidade, rosto e mãos inchados.

 

- Intolerância alimentar: Algumas pessoas tem intolerância a determinados alimentos o que pode sem perceber apresentar quadros de fadiga, pois os sintomas por algum alimentos ingerido poe aparecer até 72 horas depois do alimento ser ingerido, dai a dificuldade em saber qual alimento não lhe caiu bem. Caso haja alguma dúvida sobre alimentação seria interessante consultar um médico para realizar exames que relatam quais tipos de alimentos a pessoa deve evitar para ter uma vida melhor.

 

- Desidratação: A falta de liquido compromete o bom funcionamento do organismo, porém febres altas e infecções também podem gerar este quadro, isso pode acarretar em fadiga muscular e emocional. HIDRATE-SE SEMPRE NO MÍNIMO DOIS LITROS DE ÁGUA POR DIA.

 

- Problemas respiratórios: As doenças no sistema respiratório podem incluir doenças no pulmão, cavidade pleural, tubos bronquiais, traquéia, trato respiratório superior e nervos e músculos da respiração. Entre os sintomas estão: mal-estar geral, dificuldade para dormir, falta de fôlego, perda de apetite, perda de peso, fadiga, fraqueza e cianose.

 

- Lúpus erimatoso sistêmico: É uma doença auto-imune, desencadeada por um desequilíbrio no sistema imunológico. Existem vários sintomas como, febre, manchas na pele, vermelhidão no nariz e nas faces em forma de asa de borboleta, fotossensibilidade, feridinhas recorrentes na boca e no nariz, dores articulares, fadiga, falta de ar, taquicardia, tosse seca, dor de cabeça, convulsões, anemia, problemas hematológicos, renais, cardíacos e pulmonares.

 

Essas são algumas das doenças que tem como indicativo a fadiga, problemas para dormir, cansaço crônico; dentre outros fatores. Ter uma rotina saudável de exercícios e boa alimentação, pode ser uma boa saída para amenizar alguns dos sintomas crônicos de cada doença citada, porém, consulte sempre bons profissionais para que indiquem o melhor tratamento e para adequar o seu problema a rotina de exercícios.

 

Sugestões de atividade física: Caminhada, alongamento, pilates, yoga, exercícios com pesos leves e natação.

 

Fica a dica!

 

Assuntos:

Please reload

Posts Recentes
Redes Sociais.
Please reload

Procure por Assuntos:
Please reload

  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook Black Round

© 2015 Corpo em Atividade

Evelyn de Paula Pereira
Profa. de Educação Física e Psicomotricista
CREF.: 003174-G/SP

 

Criação e Desenvolvimento

Rogério Restivo Webdesigner

www.restivo.com.br

rogerio@restivo.com.br