A importância do brincar para o desenvolvimento infantil


O Brincar é fundamental para o desenvolvimento global das crianças. Ela passa a experimentar e a explorar o mundo através de suas percepções, sensações e movimentos e, progressivamente, vai aperfeiçoando esses movimentos e adquirindo habilidades. E é através dessas sensações que ele passa a construir e a elaborar pensamentos e a se comunicar.

Esta vivência é que permite à criança aprender a explorar os objetos, o ambiente, o traquejo social, as lembranças, a satisfação e os valores humanos. A brincadeira abrange a arte, o humor, o bem-estar físico, as relações humanas e a conscientização do ambiente que as cerca e a noção do Eu. E quanto mais a criança brinca, mais aprende, principalmente, quando estão cercadas de amor em ambiente seguro, pois tudo que vivenciam afeta sua individualidade para o resto da vida.

“A brincadeira é a maior expressão do desenvolvimento humano na infância, pois é a expressão livre do que vai na alma da criança.” ( Friedrich Froebel, The Education of man)

De 0 a 2 anos de idade, a criança adquire suas competências motoras e desenvolvendo autonomia. Ela demonstra alegria ao imitar a fala e demanda que os adultos a coloquem no chão pela liberdade de movimento. Também começam a ficar mais perceptivas ao descobrir seu corpo através dos sentidos. E assim, as brincadeiras da criança se desenvolvem em torno da exploração dos objetos através dos sentidos . E estimular sensações desenvolve a auto-estima.

Logo, o brincar propicia à criança:

  1. A criança inicia o contato com o mundo e explora tudo a sua volta

  2. Desenvolve habilidades motoras.

  3. Interage socialmente com outras crianças.

  4. Estimula a linguagem e a comunicação.

  5. Estimula a criatividade facilitando a aprendizagem sem que haja cobrança do acerto

  6. Respeita os limites individuais de cada um

  7. Cada criança brinca de acordo com seu ritmo.

  8. Fortalece a auto-estima, auto-conhecimento e os meios necessários para que possam desenvolver suas próprias capacidades únicas.

Dicas para explorar brinquedos:

  1. Dê um tempo para que a criança possa explorar o material, deixando que ela tente sozinha, mas estando disponível se precisar de ajuda. Brinque junto!

  2. Estimule sua autoestima; faça com que ela se sinta capaz de aprender, dando-lhe o tempo que precisar.

  3. Encoraje e estimule suas manifestações espontâneas para que tenha iniciativa em explorar o objeto.

  4. Introduza propostas novas, estimulando a resolução de problemas.

  5. Escolha brinquedos adequados ao nível de desenvolvimento e interesse da criança.

  6. Não é necessário uso de brinquedos caros, pois a criança uma vez que explora perde o interesse. A dica é trocar sempre que possivel.

  7. Não deixe que ela tenha contato com diversos brinquedos ao mesmo tempo par anão hiperestimular, a criança precisa desenvolver atenção, logo, acrescente outro objeto quando perder o interesse pelo que esteja manipulando.

  8. Aumente a dificuldade se notar que o jogo está fácil demais e reduza-a se estiver além de seu entendimento.

No livro "A educação da criança", Rudolf Steiner diz, “ As crianças aprendem não pelo ensinamento, mas pela intuição. Seus órgãos físicos adquirem forma sob influência do ambiente físico. A visão saudável se desenvolve quando garantimos que as cores certas e a luz estejam presentes no ambiente que cerca a criança. De qualquer forma, a base física de um sentido moral saudável se desenvolve no cérebro e no sistema circulatório quando as crianças vem moralidade ao seu redor.”

Com isso, estimular a criança propiciando cuidados e experiências adequadas para cada faixa etária, seja de forma dirigida ou livre, terá grande importância nos vínculos afetivos e no amadurecimento neuropsicomotor da criança no futuro. E toda essa experiência precoce é fundamental para a criação de uma base psicomotora , para que ela desenvolve sua independência, autonomia e maturidade sócio-emocional.

Posts Recentes
Redes Sociais.
Procure por Assuntos:
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook Black Round

© 2015 Corpo em Atividade

Evelyn de Paula Pereira
Profa. de Educação Física e Psicomotricista
CREF.: 003174-G/SP

 

Criação e Desenvolvimento

Rogério Restivo Webdesigner

www.restivo.com.br

rogerio@restivo.com.br