top of page

Você está educando seu filho para lidar com as diferenças?


É na primeira infância que a criança recebe da mãe os nutrientes necessários para formar sua autoimagem para o mundo, para que isso ocorra, o seu ambiente familiar necessita ser regado diariamente com afeto, diálogo, atenção, acolhimento, incentivo a independência, flexibilidade e a ter limites diante as regras sociais.


Uma criança com esses desequilíbrios familiares tende a ter muita dificuldade em estabelecer EMPATIA que é o principal substrato para a vida emocional e social saudável. Este substrato vem da família , e em seguida é lapidado durante o seu processo de escolarização. E é justamente, nesse ponto que vamos refletir!


Será que enquanto Pais está ensinando ao seu filho valores fundamentais para viver no mundo moderno? É cada vez mais evidente crianças não sabendo mais se relacionar ou se relaciona de forma equivocada com as pessoas a sua volta. Muitas ao longo de suas vidinhas, não sabem lidar com frustrações, se irritam facilmente quando ouvem "não", são agressivas ou o oposto com baixo autoestima por não sentir que tem atenção devida, por não saber qual o seu talento ou até mesmo por baixo incentivo familiar nas suas aquisições e conquistas. Devemos prestar atenção no que estamos DOANDO de valores a essas crianças para que elas levem ao mundo elementos COOPERATIVOS, HUMANOS, DE LIDERAR A SUA PRÓPRIA VIDA COM AUTONOMIA NA TOMADA DE SUAS DECISÕES, para que seja capaz de interpretar, humanizar e resolver suas questões com bons julgamentos e menos preconceito ao que sai fora de padrões a sua volta. Ao ensinar padrões positivos e saudáveis na formação do caráter de um filho, estaremos contribuindo para que a sociedade seja mais tolerante e menos egoísta. É justamente, por conta deste egoísmo tóxico que o mundo vive " Se não é comigo e minha família isso não me atinge", que geram crianças egoístas, que não são ensinadas pelos pais que ele também será responsável pelo meio em que vive para construir boas relações. E não digo aqui que você precisa Educar seu filho para ser perfeito, mas para que um dia ele entenda o seu papel no mundo. E essa referência para a criança é a família que transmite, pois ele irá espelhar tudo o que foi ensinado por você onde quer que vá. Então te pergunto: " Você está fazendo um bom trabalho até o momento?"


Ao longo da vida seu filho irá se deparar com colegas, amigos , pessoas com diferentes cores de pele, cabelo, olhos, gordos, magros, altos, baixos, inclusão social, enfim, ele irá ver em cada pessoa um pedaço de si ou de parte de si que não gosta. E como ajudar seu filho a lidar com alguém diferente dele , de sua forma de pensar, agir, expressar e ser no mundo. E essa diferença não significa ser melhor ou pior do que ninguém, apenas diferente do outro. E com isso, vamos fazer uma autoanálise : "será que eu enquanto adulto sou capaz de transmitir a uma criança humildade necessária para que ela não se sinta melhor do que ninguém? "

Saiba que embora sejamos diferentes em cultura, ambientes sociais, crenças e educação familiar, devemos tratar todos de forma igualitária, sem risos maldosos da diferença alheia, piadas, humilhações, violência física ou verbal. O mundo está adoecendo em INTOLERÂNCIA. E é por isso, que muitas pessoas hoje adoecem, cometem suicídio, entram em depressão, crises de ansiedade, etc. Não podemos esquecer que é através da EDUCAÇÃO DOS PAIS que os filhos atingirão o ápice para viver num mundo melhor e mais consciente de seu papel.


Você deseja que seu filho te RESPEITE, ensine seu filho a respeitar.

Você quer DIREITOS, ensine que o direito do seu filho acaba quando começa o direito do seu próximo.

Você quer que as pessoas a sua volta MUDE para satisfazer suas necessidades, seja você a referência e o exemplo para seu filho seguir.


Portanto , educar é um processo muito trabalhoso, se faz necessário um profundo conhecimento de si mesmo enquanto pais e educadores. Por isso, reveja seus valores, crenças, medos, estude, busque informação, mude o que for possível para que a sua referência seja positiva e não punitiva para seu filho.


"Estenda mais a mão, julgue e rotule menos, e colheremos um mundo de PAZ e mais Fraterno!"


Fica a reflexão!

abç,

Evelyn de Paula Pereira

コメント


Posts Recentes
Redes Sociais.
Procure por Assuntos:
bottom of page