Uma linguagem universal: Afeto no desenvolvimento infantil

 

 Todos nós seres humanos precisamos pertencer à algo ou à alguma coisa .

Partindo desse princípio se faz necessário dispor de tempo para observar, tocar, interagir e dialogar com seu bem maior, que é um filho!

Observe suas dificuldades.

Esteja atento sobre seu desenvolvimento.

Estimule sua linguagem.

Amamente seu bebê acariciando e dialogando, neste momento de silêncio, é que se estrutura a sua relação com ele.

A partir do momento que cresce, o bebê, deseja explorar o mundo e conquistar possibilidades em interagir com o meio a sua volta.

Preste  atenção!

Este é o mundo do seu filho. Um mundo ao qual você também pertenceu um dia.

O mundo fantástico dos bebês, é repleto de brincadeira. Tudo é aprendizado. E assim será até o fim de nossos dias. Cair e levantar faz parte do crescimento. Auxilie-o a levantar sempre com coragem para a vida e a seguir em frente tentando dar os primeiros passos para a vida. Essa parte é fundamental até o final de nossos dias. Cair e levantar. Recomeçar e seguir.

Dê limites! Isso será fundamental para que lidem com a frustração.

Já olhou para seu filho e ficou tentando imaginar quantas dúvidas deve ter em sua cabecinha?

E em cada gesto ou birra ?

De que forma ele expressa sua dificuldade ?

A arte de ser pais não é nada fácil , não é mesmo ?

Zelar e ser responsável por uma vida , não é fácil!

Muitas vezes nos gera culpa, paralisa ou até mesmo ficamos perdidos em determinada atitude.

É difícil. É cansativo. Imagino que seja.

Mas quando você chega em casa, não tem nada mais compensador do que ver seu filho com sorriso no rosto, bracinhos abertos, correndo até você. Te chamando de mamãe ou papai e lhe abraça apertado.

E ansiosamente, espera que você converse com ele e lhe pergunte:

- Meu filho, como foi o seu dia?

Neste momento, disponha de um momento de atenção. Mesmo cansado. Esteja ali, inteira(o). Não é preciso passar o dia todo com seu filho, mas é necessário que ele saiba que está recebendo afeto. E que sinta que é importante para a família.

Estruture e participe de sua rotina em determinado período do dia. Estabeleça uma atividade onde só você e seu filho estejam inteiros naquele momento. Ex: banho, massagem, Contar uma história, brincar no parque, etc. Brinquem e riam muito!

Estimule-o a crescer, faça-o saber que está sendo acolhido, ao receber carinho e atenção.

E cuidado, não confunda com super-proteção, porque isso prejudica a criança a se desenvolver e a resolver conflitos. Auxilie-o sempre! Oriente!

Muitos dos comportamentos desorganizados das crianças , vem da falta de conhecimento dos pais em não saber como agir em determinadas situações. Aceitar a dificuldade de um filho seja de ordem comportamental ou de qualquer outro tipo  e encarar de frente buscando informações, auxiliará e muito o processo de evolução da criança ou até mesmo em algum tratamento terapeutico.

Pais mais participativos na rotina de seus filhos fazem a diferença! Sempre que possível saiam dos seus compromissos, para ir aos compromissos dos seus filhos, como: apresentações , reuniões de pais, festinhas, passeios, natação, dentre outros. A sua ausência nestes momentos, causa frustração e tristeza na criança. Ela não se sente importante para a família. E você não tem ideia do poder que vocês têm, quando seu filho, os vê sentado à frente, observando o seu desempenho e esforço em realizar uma atividade. Esperando os elogios de seus esforços, principalmente se a atividade executada , é realizada realizada com dificuldade. E ele se esforça para superar a si mesmo, diante dos olhos dos seus pais expectadores. 

É realizando coisas simples que sabemos o quão importante e valioso são esses pequenos gestos , e como trazem alegria para as crianças. E a importância que isto tem para o desenvolvimento e equilíbrio emocional se transformando em adultos seguros, e futuramente, aprendendo a  lidar com as suas possíveis frustrações na vida.

E Amar é isso, doar-se a todo tempo.

É respeitar o que cada um pode dar.

É aceitar o que cada um é, e como é.

É doar sorrisos,

É rolar com seu filho no chão e gargalhar junto.

É acalentar seu choro , dizendo calma, vai ficar tudo bem, eu estou aqui!

Recebemos de volta o amor da forma mais espontânea e espetacular de uma criança ...

Um olhar carinhoso,

Atitudes e gestos inesperados,

Um sorriso largo,

Beijos e abraços infinitos, porque essa é a linguagem da criança. Afeto!

E assim, quando vistas, elas correm ao seu encontro de braços abertos.

Isso demonstra gratidão!

Obrigada por você me enxergar!

Obrigada por estar em minha vida!

Obrigada por cuidar de mim com amor!

Quando doamos nosso melhor recebemos muito mais em troca.

Basta tentar!

Por isso, apesar de não ser mãe ainda, agradeço a todos que permitem que seus filhos estejam em meu caminho atuando como professora. Valorizo cada momento, junto deles, aprendo todos os dias a ser melhor comigo e com quem precisa de orientação e atenção.

Vivam a arte de amar!

Ame, ame, ame sempre!

Essa é minha mensagem para todos! Feliz 2018!

 

 

Please reload

Posts Recentes
Redes Sociais.
Please reload

Procure por Assuntos:
Please reload

  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook Black Round

© 2015 Corpo em Atividade

Evelyn de Paula Pereira
Profa. de Educação Física e Psicomotricista
CREF.: 003174-G/SP

 

Criação e Desenvolvimento

Rogério Restivo Webdesigner

www.restivo.com.br

rogerio@restivo.com.br